RF Collection Shop Contato Podcast Booking Home Programação Notícias

Multi-instrumentista Júlio Mendoza lança projeto Constantine 2:22; assista vídeo

Brasileiro radicado em Hollywood, nos Estados Unidos, lança projeto virtual “Constantine 2:22” com videoclipe de estreia “American Psycho”
Julio Mendoza - Credito Asligul Armagan

O multi-instrumentista, fotógrafo e videomaker brasileiro Júlio Mendoza, acaba de lançar seu projeto virtual Constantine 2:22 com videoclipe da música “American Psycho”. Júlio descreve o projeto como mais um triunfo em sua carreira. A música e o vídeo expõem como somos facilmente influenciados em meio de uma pandemia.

Assista o vídeo “American Psycho”https://youtu.be/4wyu3u85-xU

“Certamente há muito de uma máscara de Covid-19, ao estilo de Rob Halford brilhando com adornos metálicos, presença de palco que invoca a energia maníaca e carismática de Billy Idol e alusões misteriosas à recente obsessão do pop com a synthwave dos anos 80”, explica Julio Mendoza. Mendoza abre a música vestido com um agasalho de neon brilhante enquanto os alunos de jazzercise de Jane Fonda brincam ao fundo.

Nas próprias palavras de Mendoza, “American Psycho” é um comentário sobre a cultura da mídia americana baseado nos últimos 4 anos em que reside em Los Angeles, Califórnia e como ela cria narrativas de todas as fontes possíveis – vendendo ao público tanto a cultura quanto a contracultura, tanto a indignação quanto a solução. “Nada está fora dos limites”, diz Júlio. “Tudo é cuidadosamente fabricado ou controlado, complementa”. Inspirado em parte por documentários e podcasts de serial killers fetichizados que, por sua vez, geram uma nova cultura de obsessão pelo macabro, Mendoza se pergunta se essa atenção, que todos estamos dispostos a dar, envia a mensagem errada. “A morte vende. A indignação vende. Que tipo de mensagem isso está enviando para as pessoas que pretendem prejudicar os outr os seja fisicamente, socialmente e politicamente? Quando a mídia que consumimos os coloca em um pedestal bizarro?”, questiona o brasileiro.

Certamente, estamos mais focados do que nunca em nossas telas. Mendoza destaca que nossas televisões, computadores e, especialmente, nossos telefones se tornaram nossa única janela para a realidade desde março de 2020 – e ele acredita que nosso esgotamento digital coletivo não é um acidente. “Recebemos novas narrativas angustiantes todos os dias. É do interesse de todos os fornecedores de notícias e sites de mídia social competir por nossa atenção inabalável”.

Esse fenômeno é exposto para que todos possam ver em um videoclipe escrito, produzido e dirigido por Asligul Armagan. O histórico da cineasta turca em narrativas sobre saúde mental e documentários políticos não é uma feliz coincidência, pois ela traz uma sensibilidade solene a um conceito lúdico. Entre as palhaçadas nostálgicas da tela verde de Mendoza estão peças emocionantes de filmagens de arquivo que fundamentam a história em duras realidades; para não mencionar uma introdução e outro que mostram o arco narrativo de um homem consumido e oprimido pelas telas estroboscópicas às quais ele se agarra e, em última análise, rejeita.

Fundamentalmente, Constantine 2:22 é um canal criativo para Mendoza, que explica que prefere pegar suas reflexões sobre o mundo ao seu redor e transformá-las em arte; para criar uma comunidade para se sentir menos sozinha nesta época tumultuada. Isso é o que ele diz que unifica sua música: não gênero, mas rebelião – um espírito punk que se recusa a ser limitado a sistemas desatualizados; um golpe divertido e uma crítica ponderada contra o status quo. Quando questionado sobre por que sentiu a necessidade de criar um personagem, Mendoza explica que ter um elemento teatral na música é essencial para ele.

“O todo é maior do que a soma de suas partes – considere Alice Cooper ou David Bowie. Todos nós usamos máscaras diferentes, mas vivemos a mesma vida por trás delas. O específico tornou-se universal. Minhas músicas dançam na linha tênue entre felicidade e tristeza, e isso é tudo que podemos fazer. Não estamos abalados, não estamos quebrados, ainda estamos vivos”.

Sobre Constantine 2:22

Constantine 2:22 é o projeto de música alternativa do músico multi-instrumentista brasileiro Julio Mendoza que compõe, grava, performances e co-produz todas as músicas do projeto. Inspirado por personalidades grandiosas como David Bowie e Alice Cooper, Constantine 2:22 é a válvula de escape criativa de uma mente fragmentada; um projeto que surgiu de anos de expressão musical em vários gêneros e foi inflamado pelas limitações e liberdades de uma pandemia sem precedentes. Por trás da máscara icônica que se tornou o símbolo mais importante de nossos tempos, Mendoza mistura gêneros e experiências com diferentes sons, cada um em um esforço para criticar sua faceta escolhida pela sociedade moderna. O que resulta é um espírito punk que se recusa a se limitar a sistemas antiquados; um golpe divertido e uma crítica ponderada contra o status quo.

Mais informações:
https://constantine222.hearnow.com/
https://constantine222.com/
https://instagram.com/iamconstantine222/
https://facebook.com/iamconstantine222

Notícias

Postado em 22/03/2021 às 9:41 am | 19 views



Deixe seu comentário




Notícas mais lidas/Most viewed news



0 Users Online
clique aqui para voltar à página anterior!