RF Collection Shop Contato Podcast Booking Home Programação Notícias

Entrevista com Winne Grangeiro da banda Arcantis

photo_repost_20200723_131933

Esta semana (22) foi comemorado o Dia do Cantor Lírico, uma data importante para homenagear esses artistas presentes, não só na música clássica, mas também no metal sinfônico. Para honrar essa data, a Rock Freeday convidou Winne Grangeiro, o vocal lírico à frente da banda Arcantis, para conversar sobre sua carreira musical e trajetória numa banda de metal.

Winne é fundadora e vocalista da banda de metal sinfônico Arcantis. Fundada em 2010, a Arcantis é original de Salvador, e possui um álbum, gravado em 2017. Atualmente é formada por Vinicius Alvarez e Diego Linhares nas guitarras, Éverton Felipe no baixo, Marcus Felipe nos teclados e Luan na bateria. Confira nossa entrevista.

Por:: Maria Olívia

RF: Qual a sua história com a música? Como você começou a se interessar por rock?

Winne: Minha história com a música se confunde com o momento quando comecei a ouvir rock. Isso vem desde quando meu tio Marco Antônio ouvia Pink Floyd enquanto lavava o carro dele e quando saíamos para passear no interior onde eu morava, Muritiba. Eu achava incrível aquele som que me dava sensação de viagem para fora dali, algo transcendental. Achava também legal aberturas de animes como Cavaleiro dos Zodíaco e trilhas sonoras de filmes que tinham essa pegada mais rock. E quando ouvi Iron Maiden, Aerosmith e Guns fiquei apaixonada.

RF: Quando você decidiu que queria seguir carreira musical como cantora lírica?

Winne: Eu sempre achei legal ter uma banda de rock, mas por um tempo não levei a sério em ter uma. E aí comecei a ouvir mais heavy metal, até que eu descobri o Symphonic Metal através de Nightwish e fiquei encantada. O som pesado que eu gostava junto com um som orquestrado que lembrava trilha sonora de filmes que eu gosto e a voz lírica da Tarja me extasiou. Eu já tocava violão e já estava tentando iniciar uma banda com meus colegas de colégio e pensei “por que eu não posso tentar aprender o lírico e cantar assim na banda? É um canto tão lindo” Foi então que me matriculei na oficina de canto da UFBA e passei a me dedicar a isso. Não foi fácil.

RF: Além da Arcantis, você já teve outras experiências como cantora lírica ou já fez parte de outras bandas antes?

WInne: Antes da Arcantis eu não tinha feito parte de outra banda não. Já tinha tocado violão no colégio em apresentação, mas não uma banda. A Arcantis foi minha primeira banda. Como vocal lírico do estilo eu fiz uma apresentação na UFBA para avaliação.

RF: Quais são as suas maiores influências musicais?

Winne: Minhas maiores influências musicais são Iron Maiden, Nightwish, Blind Guardian, Angra, Sonata Arctica, Dream Theater, Ozzy, Hans Zimmer, Queen e outros.

RF: Como nasceu a Arcantis?

Winne: A Arcantis nasceu de uma ideia minha de formar uma banda de Symphonic Metal com amigos meus de Muritiba e daqui de Salvador. Mas de fato nasceu mesmo como banda quando Vinicius Alvarez entrou na banda, porque foi a partir daí que passamos a compor músicas autorais.

RF: Quais são as maiores dificuldades de uma banda de Metal Sinfônico da Bahia?

Winne: Rai ai ai…vamos começar (risos). Digamos que é como remar contra a maré. E não só para o metal sinfônico aqui. Até para sair daqui para fazer show já é uma dificuldade por causa da distância e custos. Mas não só isso. Sinto (acho que muitos que tem bandas aqui sentem o mesmo) que não há um incentivo (fora pessoas/produtores da cena que ainda tentam manter a chama viva, a exemplo de Sandra de Cássia (idealizadora do Palco do Rock, um dos maiores festivais de rock em Salvador) que incentiva a cena), além de estruturas inadequadas para apresentação das bandas e falta de uma maior seriedade, o que acaba fazendo também com que parte do público aos poucos deixe de ir aos shows, virando um ciclo. É estar só você e o público que gosta de sua banda tentando vencer as adversidades. Isto sem falar a falta de incentivo por parte do governo local para o seguimento.

RF: Como avalia a trajetória da Arcantis até hoje?

Winne: Dificultosa (risos), mas recompensadora. Aos poucos a banda vai crescendo mais e mais. Se expandindo.

RF: A banda planeja algo nesse período?

Winne: Estávamos para gravar nosso single “THE REBORN OF A DRAGON”, mas aí a pandemia chegou. Então estamos cada um em suas casas tentando compor mais músicas para um novo álbum.

RF: E quais os planos para quando tudo voltar ao normal?

Winne: Lançar novas músicas, voltar aos shows e novos clipes.

RF: Gostaria de deixar alguma mensagem pra quem curte e apoia o seu trabalho?

Winne: Gostaria de pedir aqui para todos esperança por um dia melhor, não só para que saiamos desse período em que estamos vivendo em 2020, mas para que depois disso possamos ser pessoas melhores em todos os sentidos. A música está nos trazendo nesse período de pandemia um consolo. Então não parem de dar valor as coisas mais simples da vida como a arte. Vamos nos fortalecer e sair vitoriosos desta luta. No que puderem podem contar com a Arcantis que vamos estar sempre aqui.

repost_photo

Ouça a Arcantis no Spotify: https://open.spotify.com/album/5yHAsAwa2q8hocV8MKzmdf

Ouça a Arcantis no Dezzer: https://www.deezer.com/br/album/65264782

Ouça a Arcantis no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCpKe4_hr1gvMimnLm1DYIGA

Siga a Arcantis no Instagram: https://www.instagram.com/arcantisband/

Notícias

Postado em 24/07/2020 às 4:13 pm | 276 views



Deixe seu comentário




Notícas mais lidas/Most viewed news



0 Users Online
clique aqui para voltar à página anterior!