Contato Podcast Booking Home Programação Notícias

Conheça a banda de Hardcore feminista Ratas Rabiosas

95955870_709965583082530_6744704344591438261_n

Mulheres punks resistem: conheça a banda de Hardcore feminista Ratas Rabiosas.

Nem só no mês de março as mulheres devem ser lembradas e ouvidas. A presença feminina se faz presente durante todos os meses do ano, mas invisibilizada pela cena que ainda é, sobretudo, machista. Principalmente no meio underground, é muito difícil encontrar quem tenha mais bandas femininas do que masculinas na playlist. Este espaço é para apresentar bandas do cenário underground que são exclusivamente femininas, ou em sua maioria mulheres na formação, para fomentar a visibilidade dessas bandas, seus gritos de guerra e a suas vontades de transformar a sociedade através da música.

Ratas Rabiosas

Originária de São Paulo, a Banda Ratas Rabiosas foi formada em julho de 2013 por mulheres que pretendiam passar sua visão e revolta sobre todo e qualquer tipo de opressão, seja contra mulheres, negros, homossexuais, imigrantes, indígenas ou qualquer outro grupo tido como minoria. Atualmente a banda conta na sua formação com Amanda na guitarra, Angelita no baixo, Gio no vocal e May na bateria.

Em 2018, a banda lançou o primeiro álbum, ‘Sonidos de Combate’. O disco apresenta 13 faixas, com letras de protesto puramente feministas, entre elas ‘Mulheres Punks’ que dá nome à manchete desta entrevista.

Ouça ‘Sonidos de Combate’ no Spotify:

https://open.spotify.com/album/2Zmp2ztj7gQz5H5seL75Qp?si=fjG_4jgnTMSUnzjtnKcD4A

Ouça ‘Sonidos de Combate’ no Deezer:

https://www.deezer.com/br/album/82921892?autoplay=true

 

94569479_2810649282322050_8975149646137524224_o

Na última quinta feira (18) a banda liberou o som ‘Há sangue’ que fará parte do novo álbum intitulado ‘Guerra Urbana’.

Conversamos com a Gio, vocalista da Ratas Rabiosas, para conhecer melhor a banda, saber o que podemos esperar desse novo álbum e quais os planos delas para o futuro.
Maria: Quais são as maiores influências para o som de vocês?

Gio: Difícil definir influências musicais, pois todas nós ouvimos muita coisa
diferente, mas temos bastante influência sonora de punk rock, hardcore, metal punx, crust, grind. Além disso, também passamos por outros estilos musicais como rap, samba de raiz e afins.

Maria: Há alguns anos atrás era difícil encontrar bandas com mulheres na formação, e mais difícil ainda encontrar bandas com formação somente de mulheres. Como é fazer parte dessa mudança tão importante e como se sentem ao enxergar cada vez mais mulheres participando do mundo do rock/metal?

Gio: O movimento Riot Girls dos anos 90 foi muito importante para impulsionar bandas femininas. Vemos esse reflexo aqui no Brasil desde então, com bandas como Cosmogonia e Dominatrix, que ajudou a chegarmos na cena de hoje em que conseguimos colar em eventos organizados por minas, que tocam só bandas com minas, com minas fotografando e isso é bem especial porque é uma forma de incentivar cada vez mais isso.

Maria: Na última quinta-feira vocês lançaram um som novo que vai fazer parte do novo álbum. O que nós podemos esperar do Guerra Urbana? Há previsão para o lançamento do álbum?

Gio: Em Guerra Urbana a gente continua a falar sobre os problemas da nossa sociedade, com nosso mesmo tom ácido, mas com um som mais maduro. Estamos bem animadas pra mostrar ele para vocês. Para o lançamento, estamos esperando as coisas melhorarem em relação a pandemia para fazer alguns acertos finais. Enquanto isso vocês conseguem ouvir a música que dá nome ao álbum e Há Sangue no youtube.

Maria: Quais os planos da banda para o futuro? Além do álbum pretendem lançar algum outro material novo durante esse período?

Gio: Queremos lançar esse novo álbum e começar a tocar com essa nova formação. Depois dessa parada obrigatória é o que mais ansiamos! Mas, quem sabe a pandemia não renda novos materiais num futuro.

Maria: Qual mensagem que vocês gostariam de passar para quem é fã e para quem curte o som de vocês?

Gio: Continuem apoiando o som feito pelas minas, seja compartilhando, repassado o som prxs amigues, quando for possível colando nos sons e incentivando meninas e mulheres a seguirem seu próprio caminho. Stay Punk, Stay Rebel e, se possível, fiquem em casa!

Acompanhe a banda nas redes sociais:

https://web.facebook.com/RabiosasRatas/?_rdc=1&_rdr

https://www.instagram.com/ratasrabiosas_oficial/

Ouça a nova música ‘Há Sangue’ no Youtube: 

Por: Maria Olívia

Notícias

Postado em 27/06/2020 às 11:37 am | 118 views



Deixe seu comentário




Notícas mais lidas/Most viewed news



0 Users Online
clique aqui para voltar à página anterior!